Dicas de Saúde


Farelo e Gérmen de trigo

Nem só a farinha é derivada do trigo. Partes essenciais do grão, como o farelo e o gérmen, guardam nutrientes essenciais para a saúde, como fibras, proteínas, vitaminas e minerais, que até recentemente eram descartados como uma fonte de alimento. Hoje se sabe que essas substâncias são muito importantes, especialmente para as crianças, que sofrem com diversas deficiências nutricionais por não disporem o alimento certo na quantidade certa na hora do lanche.

Em tempos de produtos industrializados, ricos em açúcares simples, gorduras saturadas e trans e pobres em fibras e micronutrientes, é comum encontrar crianças com sérios distúrbios alimentares, como obesidade, dislipidemias, diabetes e constipação. "Além de prevenir esses males - antigamente encontrados praticamente só em adultos -, o consumo de cereais integrais estimula o intestino a funcionar adequadamente e promove a qualidade de vida", afirma a nutricionista paulista Dafni Paiva Gomes, especialista em nutrição na infância e adolescência pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Uma boa opção são os cereais integrais, formados por farelo (parte externa), endosperma (camada média) e gérmen (parte interna). Quando o grão é refinado, resta apenas o endosperma, sendo desperdiçados o farelo e o gérmen, justamente onde se encontram as maiores concentrações de nutrientes e fibras.

Para ter uma idéia, basta uma xícara de chá de farelo para suprir as recomendações diárias de zinco. Trata-se de um mineral importantíssimo, que participa na maturação dos linfócitos, células do sistema imunológico que barram infecções como gripes e resfriados. É no farelo também que podem ser encontradas doses generosas de vitaminas do complexo B e são importantes para o crescimento, além de fibras, as maiores mantenedoras do intestino.

O gérmen, por sua vez, é rico em proteínas (que colaboram para o crescimento dos tecidos), vitaminas E e K, oligominerais e fitonutrientes (encontrados nos vegetais, eles possuem funções antioxidantes). Ele pode ser encontrado em versão semelhante ao leite em pó e tem um gosto agradável, por isso costuma ser bem aceito pelas crianças. "Como tem proteínas, que colaboram para o crescimento dos tecidos, é muito indicado para os pequenos que consomem pouca carne. Basta uma colher de sopa para suprir suas necessidades. O gérmen pode incrementar vitaminas, iogurtes, frutas e sucos, além de ajudar a engrossar o caldo do feijão e das sopas.", recomenda a nutricionista paulista Silvia Ramos, do Instituto de Metabolismo e Nutrição, especialista em nutrição materno-infantil.

O farelo pode ser acrescentado à dieta de forma disfarçada, pois, devido à sua consistência dura, não agrada ao paladar das crianças. A dica é acrescentar esse ingrediente nas receitas de bolos e tortas, além de sopas e bebidas, para enriquecer o cardápio, ou salpicá-lo em saladas de frutas ou nas vitaminas de frutas com leite.

Visando à fortificação da criança, por determinação do governo, toda farinha comercializada no Brasil recebe doses extras de ferro e ácido fólico. O ácido fólico é importante para o desenvolvimento fetal. Já o ferro previne a anemia e fortalece o sistema imunológico, pois ajuda o organismo a sintetizar a hemoglobina, a proteína que carrega o oxigênio nos glóbulos vermelhos do sangue. O programa de fortificação está tendo bons resultados, como prova um estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo que apontou um significativo aumento nas reservas de ferro entre as crianças que receberam biscoitos com esses nutrientes.

Fonte: www.trigoesaude.com.br

Newsletter

Informe seus dados e receba dicas e novidades no seu e-mail.


Enviar Dados

Grupo

Logo Moinho IjuíLogo Soberana
Deus é Amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. João 4:16b